Entrevista na Entretarnament Weekly

domingo, 4 de janeiro de 2009

Entrevista publicada na edição de Jan/09 da revista.
Scans em alta resolução e tradução da mesma a seguir:









EW: Como surgiu esse filme?
JD: Ele surgiu na época da Greve dos Roteiristas, Uma onde de medo atacou a indústria. E do nada esse roteiro chegou com um bilhete: “Michael Mann gostaria de conversar com você sobre interpretar Dillinger.”

EW: Qual foi sua reação ao escutar aquilo?
JD: Bem, certamente fiquei intrigado. Intrigado com ambos, Dillinger e Michael Mann. É sempre interessante se juntar com um diretor e explorar seu processo e ver o que isso faz pra ele.

EW: E o que isso faz pra ele?
JD: Os detalhes dos detalhes dos detalhes. [Risos] Eles deveriam inventar uma palavra para descrever isso, porque não são só os detalhes, soa como uma obsessão microscópica com cada molécula do momento. O que é admirável, sabe? Você precisa saudar isso!

EW: Então quais detalhes desse personagem você tenta ficar ligado?
JD: O mais interessante é, John Dillinger realmente tornou-se um criminoso quase que por acidente. Os dois ingredientes principais para sua prisão foram ignorância e juventude. Há momentos na vida que esses dois andam de mãos dadas de um jeito bem forte. Quando ele foi para dentro, o mundo era apenas uma coisa, e quando ele saiu, era colorido. Mulheres vestiam-se diferente. Era um planeta diferente. Prisão naquela época era uma escola para criminosos. Ele entrou e basicamente aprendeu como roubar bancos. No começo ele não era o melhor estudante, mas ele tinha o jeito pra coisa.

EW: Qual foi sua cena favorita?
JD: Bem, vamos apenas dizer, com que freqüência você pode dirigir um velho Buick 1932 atirando com uma metralhadora Thompson? Quando que você pode fazer isso sem entrar em problemas? E com Michael, você pode fazer isso de novo, de novo e de novo.

1 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Olá Sah
Gostei do teu blogue.
Não sei se tem tudo sobre o actor, mas vi que tem muitas coisas mesmo.

Obrigado pela tua visita, volta sempre.

Beijo.

Postar um comentário

 
Johnny Depp Blogspot | by TNB ©2010