1 2 3 4

Jack Sparrow imortalizado!

Johnny foi homenageado por uma estátua de aço de 224cm de altura, em Kiel, na Alemanha.
O preço avaliado está em 5200 libras (cerca de 12.700 reais).






Mais fotos : http://johnny-depp.org/goodies/?artwork
Leia Mais

Aeroporto de Nice 28/07 - Fotos











O homem que aparece na maioria das fotos tentando 'conter' Depp é Phillips, um dos seguranças de Vanessa.
Leia Mais

Respeito é bom e ele gosta!


Ao ser fotografado dia 28 por paparazzis no Aeroporto de Nice, acompanhado da esposa, Vanessa e os dois filhos Jack e Lily-Rose, Johnny irrita-se mostrando seu famoso dedo.
Johnny já havia declarado que não suporta a agressão dos paparazzi, principalmente quando se trata de seus filhos. Segundo ele, ele e Vanessa, são adultos, famosos, sabem lidar com isso, mas seus filhos são apenas crianças!

Veja mais fotos em Galeria de Fotos!

Fonte: http://topadanasestrelas.blogspot.com/2008/07/o-famoso-dedinho-de-johnny-depp.html
Leia Mais

Respeito é bom e ele gosta!

Leia Mais

Johnny Depp será o novo Ridder?!

:
Johnny Depp terá sido abordado a desempenhar um vilão no próximo filme do Batman.

O ator retratará O Riddler na sequencia de "The Dark Knight", de acordo com o estúdio.

Uma fonte disse: "Johnny seria surpreendente como O Riddler. O estúdio sabia que precisavam de alguém que poderia igualar ou até mesmo ser superior ao desempenho do ator Heath Ledger como o Coringa, no mais recente filme "The Dark Knight ', e pensam em Johnny ter o potencial para fazê-lo."

O Riddler apareceu pela primeira vez na série Comic Book, em 1948, e foi retratado por Frank Gorshin nos anos 60 E.U. TV Show , um papel que ele ganhou uma indicação ao Emmy.

Mais recentemente, O Riddler foi jogado por Jim Carrey, em 1995 no filme "Batman Forever".

O estúdio disse também para inscrever Philip Seymour Hoffman para ser o pinguim no novo filme.

Christian Bale está atualmente com seu retrato dos Caped Crusader em "The Dark Knight 'ao lado Aaron Eckhart, Sir Michael Caine, Maggie Gyllenhaal e Heath Ledger - que morreu de uma overdose acidental drogas em janeiro.

Adaptação: Samantha Silvany
Fonte : http://entertainment.iafrica.com/news/1056600.htm
Leia Mais

Johnny será responsável pelos arquivos deixados por Hunter

Depp adquiriu recentemente todo o arquivo de Hunter (cerca de 800 caixas), segundo a própria viúva de Hunter, Anita Thompson. O material ficará em uma universidade.
Johnny está responsável por toda a herança do caçador, já que era um amigo querido para a família.
Anita, ainda afirma, que para Hunter será um prazer ter Depp como tutor de seus bens. Assim como ficaram a serviço dos acadêmicos no seu tempo certo.

Fonte: http://www.owlfarmblog.com/blog/2008/07/johnny_depp_and_the_hst_archiv.html
Leia Mais

Johnny no país das maravilhas



johnny Depp e Tim Burton estão de volta para trabalhar juntos em um novo filme, "Alice no País das Maravilhas", onde o ator está definido para jogar a peculiaridade Mad Hatter.

Burton vai dirigir o filme da Disney live-action fantasia adaptação do clássico infantil em 3-D. Depp declaradamente participa no filme como um personagem amoroso de chá.

Entretanto, a atriz australiana Mia Wasikowska está definido para desempenhar o papel título. A produção começa no próximo ano e será lançado no Verão de 2010.

Esta é a sétima vez Burton e Depp equipa tem-se juntos. Seu primeiro diretor-ator foi em tandem a 1990 fantasia filme "Edward Scissorhands" e, depois, seguido por "Ed Wood" (1994), "Sleepy Hollow" (1999), "Charlie ea Fábrica de Chocolate ao" (2005), "Noiva Cadáver "(2005), e" Sweeney Todd: O Barbeiro de Demon Fleet Street "(2007).

Adaptação: Sah Silvany
Fonte: http://www.allheadlinenews.com/articles/7011745761
Leia Mais

Johnny Depp e Terry Gilliam inclinam-se novamente no Dom Quixote


As filmagens de Don Quixote tem sido uma saga tão épico quanto século XV em que o clássico literário se baseia.

Mas agora, sete anos depois do filme, que foi abortado devido ser uma das mais propensas à ocorrência de catástrofes na história do cinema, Terry Gilliam reaviva o sonho de fazer uma grande versão do clássico.

Gilliam, o ex-Monty Python estrela e diretor do Brasil, e Twelve Monkeys e Fisher King, reune-se com Johnny Depp para uma segunda tentativa de tornar The Man Who Killed Don Quixote.

O desenvolvimento é o último toque no que é uma das mais notáveis histórias da história do cinema. Do original, que sofreu uma série de reveses, foi capturado um filme documentado por decisores políticos e Lost In La Mancha tornou-se um hit no seu próprio direito.

Uma fonte próxima de reavivar o projeto, que pediu para não ser nomeado, afirmou: "Eles estão tendo uma outra abertura em colocar um negócio juntos. Johnny é uma estrela maior agora do que ele era, então, graças ao Piratas do Caribe, e há toda a confiança que pode puxar isto para frente. "

A primeira tentativa de fazer o filme em 2001, terminou em apenas cinco dias após o desastre de tiro, em um local perto de Madri.

No primeiro dia de 16 milhões de euros de atirar, ator Jean Rochefort, 70, sofreu uma dupla hérnia. No dia seguinte, o conjunto foi um flash lavados pela inundação.

Quando Depp, que desempenha um século XXI marketing executivo transportado de volta no tempo, declarou que não podia esperar a recuperação de Rochefort devido a outros compromissos, os financiadores do filme cancelaram. As seguradoras alegadamente pagaram US $ 15 milhões (£ 7,5 milhões de euros) e assumiu o controle do script.

A propriedade do script regressou agora a Gilliam.

Pouco depois do colapso do projeto, Gilliam disse que tinha chegado a simpatizar com Quixote, em um episódio do romance de Cervantes , uma imagem que tem vindo a defender para a prossecução impossibilidade de sonhos.

Adaptação: Sah Silvany
Créditos: http://www.telegraph.co.uk/news/newstopics/celebritynews/2462406/Johnny-Depp-and-Terry-Gilliam-tilt-again-at-Don-Quixote.html
Leia Mais

Johnny e sua ilha privada ecologicamente correta


Johnny Depp tem planos privados de expor a sua casa na ilha das Bahamas totalmente ecológica.

O ator e sua parceira Vanessa Paradis, 35, comprou a 40-acre de férias 1.5milhões de libras

E agora eles querem fazer a ilha auto-suficiente com a ajuda de algum estado-da-arte tecnológica.

Central para os seus planos de 250000 libras é uma rede independente de hidrogênio com sistema solar, que transfere luz solar em eletricidade.

Johnny, 45, e Vanessa, que tem 2 filhos juntos, têm também casas em França, no Reino Unido e LA.

Reportagem:http://www.nowmagazine.co.uk/celebrity-news/267965/johnny-depp-s-private-island-to-run-on-solar-power/1/
Leia Mais

Johnny interpretará Tommy Lee?


A vontade do roqueiro Tommy Lee (Motley Crue) é que Depp o retrate no seu filme baseado na história da banda.

Lee, que tem dois filhos com a ex-esposa Pamela Anderson, insiste que o nomeado ao Oscar, Depp, seria a escolha perfeita para tocar representando ele, segundo China Daily.

"Johnny Depp seria a minha escolha para brincar comigo. Ele está melhor do que nunca!" Tommy Lee disse.

Lee declarou ainda que ele está atualmente em negociações com os produtores para começarem a filmagem do filme baseado em sua banda Montley Crue.

"Estamos trabalhando nisso. Tentando encontrar o diretor e todos os produtores e esse tipo de coisas!" Lee disse.

Reportagem: http://timesofindia.indiatimes.com/Entertainment/Johnny_Depp_to_play_Tommy_Lee_/articleshow/3275879.cms
Leia Mais

Will Smith, Johnny Depp e Eddie Murphy são atores mais bem pagos, diz "Forbes"


da France Presse, em Los Angeles

A revista "Forbes" divulgou nesta quarta-feira (23) um ranking com os maiores salários de Hollywood do ano passado. Os atores Will Smith, Johnny Depp e Eddie Murphy encabeçam a lista.

Smith, de 39 anos, faturou US$ 80 milhões entre 1º de junho de 2007 e 1º de junho de 2008, graças a filmes de ação como "Eu sou a lenda" e "Hancock". No ano passado, o ator foi indicado ao Oscar por sua atuação no filme "À Procura da Felicidade". A indicação melhorou a reputação do ator, observa a revista.

Outro que também engordou sua conta bancária foi o ator Johnny Depp, de 45 anos. Ele está logo atrás de Will Smith na lista da "Forbes", com US$ 72 milhões de salário anual. O ator favorito de Tim Burton também foi indicado ao Oscar em 2008 por seu musical sangrento "Sweeney Todd - o barbeiro demoníaco da Rua Fleet".

á o ator Eddie Murphy, de 47 anos, mesmo criticado por suas comédias, prova que mantém um forte valor comercial. Em 2007, ele acumulou US$ 55 milhões em filmes e com a dublagem do burro em "Shrek". O filme "Shrek Terceiro", lançado em 2007, também permitiu ao canadense Mike Myers, que dubla o ogro verde, ficar empatado no terceiro lugar, com US$ 55 milhões, apesar do fracasso de sua última comédia, "O Guru do Amor".

A lista dos mais bem pagos segue com Leonardo DiCaprio (US$ 45 milhões), Bruce Willis (US$ 41 milhões), Ben Stiller (US$ 40 milhões) e Nicolas Cage (US$ 38 milhões).

Leia Mais

Capas de revistas!


























Leia Mais

As Melhores Entrevistas da História do Showbizz


Segundo o site CurtoeGrosso.com , uma entrevista com Depp publicada pela revista Playboy Magazine (1996) foi uma das melhores entrevistas de todos os tempos da história do Showbizz. Na qual Depp fala sobre sexo, correspondências e a experiência de ter xingado Iggy Pop.

Vamos conferir:


Você tem planos de parar de fumar?
Nada. Acho que quando você encontra uma coisa na qual é bom, deve mantê-la. Mas eu mudei para cigarros light. Chegou ao ponto de eu ficar ofegante após subir um lance de escadas, então eu passei pra light.

Você estava filmando Divine Rapture, um filme pouco convencional, com Marlon Brando, quando a verba despencou, a produção parou e todos foram mandados pra casa.
Aquilo foi um saco. Em um minuto você está filmando, no seguinte não há dinheiro. Foi como estar no meio do sexo, bem no clímax, e um cara entra com uma arma e diz: "Pára agora". Nessas horas voce se sente um merda, porque lembra que é o negócio do cinema, baseado em dinheiro.

Algumas fãs te amam o suficiente para te mandar lembranças altamente pessoais.
Fotos de nu pelo correio, sim. Toneladas. Algumas são lindas, bem iluminadas, em preto e branco, misteriosas. Outras são radicalmente primitivas. Tem também os pêlos pubianos, Eu recebi um monte de pêlos pubianos pelo correio. Mas não guardo. Pode-se ser ritualístico com isso, queimá-los em uma fogueira, mas eu não tenho certeza se quero tocá-los, então jogo fora.

Você tinha 17 anos. Sua banda, The Kids, cruzou com grandes nomes quando excursionou pela Flórida. Tem um caso famoso sobre você e o Iggy Pop.
Nós abrimos pros Ramones, Pretenders, Talking Heads. Uma noite abrimos pro Iggy. Foi demais. Depois do show eu estava bem bêbado, e - na tradição do Iggy - querendo mais, então comecei a gritar pra ele. Insultos infantis do tipo "Iggy Poop. Quem você pensa que é? Iggy Slop" Ele chegou na minha cara e disse: "Seu bostinha." E saiu andando. É óbvio que eu fiquei encantado. Olhei pro baixista e disse "É, esse foi o Iggy. Ele é um deus."

Houve uma vez em que você teve um episódio de quase síndrome de Tourette em um avião?
Voando de LA a Vancouver. Eu estava na primeira classe e deu alguma coisa em mim. Eu já estava desequilibrado pelo vôo quando me deu na cabeça de gritar alguma coisa chocante. Faça isso, senão algo ruim vai acontecer.

Aí você gritou: "Eu fodo animais!"
Isso.

E, de fato, o avião não caiu.
Funcionou.

Como o pornô te afeta?
Eu gosto de um filme pornô de vez em quando, mas eu não vou atrás deles. Eu vi Edward Mãos de Penis. Tim Burton me mandou uma cópia. É um grande filme, bem engraçado. Quanto à maioria, suponho que seja excitante pra algumas pessoas, mas eu fico meio constrangido de ver pessoas transando. Você está lá assistindo e de repente parece tão estranho - as imagens mudam na sua cabeça e não são mais pessoas. O cara parece um cachorro, fazendo caretas horríveis. Tenho certeza de que há filmes pornôs lindos, feitos artisticamente. So não quero ver aquele cara.

Você já pensou no seu legado? O estoque de filmes dura, as pessoas ainda vão estar te assistindo daqui a 100 anos.
É, elas vão falar "Que será que aconteceu com Johnny Dope? Jimmy Dip? Sabe, aquele cara das mãos de tesoura..."


Créditos: http://www.curtoegrosso.com/2006/08/as-melhores-entrevistas-da-histria-do.html

Leia Mais

Omelete entrevista Tim Burton e Johnny Depp


Toda vez que Tim Burton e Johnny Depp se juntam para encarar os jornalistas, pode apostar que a maior parte do tempo eles vão fazer piadinhas, daquele tipo que você fazia com o seu melhor amigo quando tinha uns dez anos. Desta vez, não foi diferente, mesmo se tratando de um um filme em que o personagem principal só pensa em matar, matar, matar...

Ainda que tenha sangue literalmente escorrendo por todo lado, Sweeney Todd tem momentos divertidos. Cortesia de Tim Burton, que considera essencial manter o bom astral. “Quando você está caindo no abismo da depressão, é bom manter um pouco do senso de humor, não é?

Piadas à parte, o filme deu a Johnny Depp a chance de encontrar sua própria voz para fazer o barbeiro de Fleet Street. E foi por aí que começou esta conversa com a dupla dinâmica.

Tim, você andou preocupado por uns tempos enquanto Johnny não mandava notícias. Deu tudo certo no final, mas por acaso você tinha um plano B?

Tim Burton: Eu não tinha a menor idéia se ele ia conseguir cantar ou não, mas por mais estranho que possa parecer, eu não estava com medo. No fundo, eu tinha uma coisa dentro de mim, meu instinto talvez, dizendo que iria funcionar. E ele excedeu todas as minhas expectativas.

Johnny Depp: Eu estava com medo.

Johnny, você preferiu não trabalhar com um professor de canto. Como foi a sua preparação para o papel?

Depp: (pausa) É... como o Tim disse, ele não tinha idéia se eu podia cantar ou não. E nem eu. Eu tinha um feeling de que poderia cantar por causa do meu background musical [Johnny esteve envolvido em várias bandas antes de definir sua carreira como ator]. Eu não sabia se conseguiria sustentar uma nota. Por isso pedi a ele um tempo para me preparar e tentar algumas coisas com um amigo que tem um estúdio em casa. Queria gravar algumas coisas e ver se passaria pelo medo inicial de me expor daquele jeito. Aí gravei e mandei para o Tim. Ele disse que estava ok e isso me deu mais segurança para tentar algo mais até chegar ao ponto que queria. Para mim, só de pensar em ficar ali diante de alguém cantando as escalas musicais... (pausa) meu instinto me dizia “isso está errado”, parecia errado... não importa se você não sabe cantar, apenas cante. Foi isso o que eu fiz.

Este é o sexto filme em que vocês trabalham juntos. Também é o filme mais sombrio dessa parceria. Vocês diriam que Sweeney Todd é um divisor de águas?

Burton: Yeah, nossa descida final na escuridão... (risos de Depp)

Mas fala sobre o caráter humano e alguns personagens, bem, são no mínimo condenáveis...

Burton: Mas o filme é um pouco engraçado também, você não acha? Quando você está caindo no abismo da depressão, é bom manter um pouco do senso de humor, não é? (Depp ri mais alto) Eu tenho que dizer que este foi um dos personagens que ele fez que eu mais gostei. Nós falamos muito tempo sobre atores de antigos filmes de horror, como Peter Lorre e Lon Chaney, e esta foi a nossa chance de fazer o nosso filme. Nós assistimos A Volta do Dr. X (Return of Dr X, 1939), o único filme de horror que Humphrey Bogart já fez e foi tão incrível ver Johnny fazer um daqueles personagens... Para mim, o filme não tem nada de sombrio – é divertido e foi incrível fazer Sweeney Todd.

Depp: Oh, sim, e muito desafiador. Muita gente fez sua versão de Sweeney. Eu e Tim sentamos para discutir sobre o personagem, como esse cara vai parecer, o que ele pensa? Nós sabiamos que era uma oportunidade muito especial, única mesmo de fazer um filme de horror/musical...

Burton: A Noviça Rebelde Sangrenta.

Você acha que Sweeney é maluco? É assim que você criou sua versão do personagem?

Depp: Provavelmente é um cara que vai terminar em um lugar muito desagradável. Mas ele faz parte de um processo muito orgânico: ele começa como vítima de uma grande injustiça, vai parar na cadeia e fica obcecado com a idéia de se vingar.

Burton: Também é uma jornada muito emocional. Nós tentamos mostrar as razões dele e acho que Johnny conseguiu fazer isso muito bem. Quando você assiste aos filmes do Peter Lorre, dá para ver todas as coisas que vão na cabeça dele, negativas e positivas. Mas ele fez monstros que traziam um aspecto humano e em que tudo era muito interiorizado e foi essa característica que tentamos alcançar.

Johnny, para fazer o capitão Jack Sparrow, você fez uma espécie de homenagem ao guitarrista Keith Richards (dos Rolling Stones). De onde veio a inspiração para fazer Sweeney Todd?

Depp: Nós falamos muito sobre os reis dos filmes mudos, principalmente do gênero horror, como Lon Chaney Senior, Boris Karloff, e especialmente Peter Lorre em Mad Love. Em termos de voz é dificil dizer, talvez Iggy Pop... ele é um cantor com uma voz profunda de grande qualidade.

O musical de Sondheim é muito cinemático. Isso ajudou a criar o visual do filme, Tim?

Burton: Para mim ajudou muito. Se você pegar as trilhas de Bernard Herman e tirar os diálogos do filme, vai ver que cotinua sendo uma grande trilha de filme. Eu pensei nisso e levei em conta o fato que essa é uma história melodramática. Se tirar a música, vai ver que parece um daqueles filmes de horror do qual falamos tanto. Nós tiramos algumas coisas do musical original e colocamos outras de volta porque a própria música conta a história e nós concluímos que era uma maneira legal de fazer isso em vez de apelar para o diálogo. Mantivemos praticamente tudo como um musical e isso deu uma grande força ao filme.

Como você e Helena vivem juntos, em algum momento houve alguma pressão por causa do filme?

Burton: Eu mesmo coloquei pressão em mim, ela não fez isso. Ela é muito profissional, é atriz há muito tempo e foi ótima, em nenhum momento ela questionou a escolha do papel porque sabia que eu mesmo estava me cobrando.

E você sabia que ela tinha uma boa voz, suficiente para cantar...

Burton: Eu a torturei um pouco, ela teve que passar por muito mais fases do que deveria. Mas eu queria estar certo de que ela era perfeita para o papel. Eu a torturei, ela não me torturou...

Tim, quando você assistiu ao musical no West End nos anos 70, você fez alguns esboços dos personagens principais e eles se parecem muito com Johnny e Helena.

Burton: Pois é, mas os meus esboços se parecem com todos os esboços (risos). É fácil olhar as coisas desse lado. O que me chocou é que quando fui checar minhas coisas, eu os vi como um sinal positivo que veio do meu subconsciente e tomei como um sinal muito forte para mim.

Johnny, como foi o seu relacionamento com as navalhas?

Depp: Meu relacionamento? Eu já trabalhei com objetos pontiagudos antes (risos).

Burton: Sobre isso tenho uma coisa a dizer. Johnny não tinha problemas com as navalhas. Mas ele quase entrou em pânico por causa do creme de barbear (risos). Não é verdade? (virando-se para Depp) Essa não foi a coisa mais difícil que você ja teve de fazer, cantar e passar creme no rosto de Alan Rickman?

Depp: Um dos momentos mais desconfortáveis da minha vida. (risos)

Burton: Sério, sério (rindo) ele ficava repetindo “não vou conseguir, não vou conseguir” (risos)

Depp: Coitado do Allan... Ele não estava gritando, mas acho que ele não gostou nada (risos)

Johnny, você não chegou a pensar em se preparar para fazer o barbeiro trabalhando umas duas semanas numa barbearia ou algo assim?

Depp: (curto) Não. Da mesma maneira que não saí por aí cortando a garganta das pessoas (risos geral)

Depois de fazer um personagem de tanto sucesso como o capitão Jack Sparrow e agora Seeney Todd, qual seria o seu grande desafio para o próximo personagem?

Depp: Estou pensando em fazer a história de Zza Zza Gabor (gargalhadas da platéia). Eu vou fazer Zaza e Eva... (risos) Olha, não tenho a menor idéia, só posso dizer que tenho muita sorte que outras pessoas tenham me oferecido personagens tão incríveis, sabe? Espero que outros mais continuem vindo e eu consiga fazer outros trabalhos e tentar outras coisas.

Mas você não tem um sonho que ainda não realizou?

Sonho? (pausa) Eu gostaria de refazer Titanic, cena a cena (risos geral)

Vocês sempre dizem e parecem mesmo se divertir no set de filmagem. Para vocês é essencial ter esse sentimento de diversão?

Burton: A gente não vê as coisas dessa maneira, mas quando você cresce sendo uma criança estranha, isso se torna parte da sua psique e da sua cultura. É claro que quando você pisa no set você sabe que vai fazer um mix de musical estranho com filme de horror e sangue e isso te faz rir porque soa absolutamente surreal – e é bom ter esse sentimento de surreal quando se vai fazer algo.

(Soraia Yoshida Evans - 17/06/08)

Créditos: http://www.omelete.com.br/dvd/100013239/DVD__Sweeney_Todd___Omelete_Entrevista_Tim_Burton_e_Johnny_Depp.aspx


Leia Mais
 
Johnny Depp Blogspot | by TNB ©2010